CARACTERIZAÇÃO EXPEDITA DO LITORAL DO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA- PB

Larissa Fernandes de Lavor, Vinicius Ferreira de Lima, Magno Erasto de Araújo

Resumo


A ocupação das zonas costeiras pela urbanização tem levado a problemas ambientais resultantes da interferência direta ou indireta do balanço sedimentar, ocasionado em muitos dos casos pelo engessamento das praias por projetos de engenharia urbana associada a fenômenos naturais ligados a dinâmica costeira. Por leis gerais esses ambientes são considerados meios instáveis, em que se têm os processos de erosão e progradação, como resultante da interação da morfologia e do clima da região e que por sua vez tem a capacidade de alterar o meio físico, interferindo assim, no meio geográfico, onde o homem se faz presente. Diante disso, verifica-se a necessidade de realizar estudos relacionados tanto às mudanças provocadas pelas intervenções humanas, como aquela relacionadas às características naturais dos ambientes costeiro, na tentativa de entender a dinâmica em cada local. Essa pesquisa tem o objetivo de caracterizar a linha de costa do município de João Pessoa-PB. Como metodologia, realizou-se: levantamento bibliográfico e cartográfico; confecção de material para pesquisa em campo; investigações em campo; análise das informações colhidas; e a elaboração de mapas temáticos da linha de costa do município de João Pessoa-PB. Através das observações feitas na área, verificou-se que o litoral de João Pessoa, pode ser dividido em dois setores: o setor norte, que vai da praia do Seixas até a desembocadura do rio Jaguaribe; e o setor sul que vai do Seixas até a desembocadura do rio Gramame. Seu litoral encontra-se bastante urbanizado, principalmente no setor norte, o que confere ao ambiente mudanças em suas formas naturais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Seminários Espaços Costeiros. ISSN 2447-732X