ESTUDO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NA ZONA COSTEIRA DE SAUBARA –BA- UM DESAFIO PARA A GESTÃO AMBIENTAL

Michelle Pereira da C. da Silva, Ana Paula Santana Rigaud Ramos, Danilo da Silva Carneiro, Edilsa Oliveira dos Santos, Sheylla Patrícia Gomes do Nascimento

Resumo


O gerenciamento costeiro é de suma importância para regular ações e estabelecer critérios que se destinam a diminuir os conflitos socioambientais nas regiões litorâneas. Desse modo, umas das soluções eficazes de conservação ambiental é o saneamento básico, cujo serviço abrange o abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana, coleta de lixo e drenagem urbana. Além disso, contribui para a prevenção da poluição dos recursos hídricos e dos solos, promovendo o bem-estar da população com a promoção da saúde pública. O presente artigo propõe uma análise acerca do saneamento básico na zona costeira de Saubara –Bahia, com ênfase nos resíduos sólidos, discutindo os fatores de salubridade ambiental que põe em risco o equilíbrio desse ambiente. Evidencia-se, assim, que as questões relacionadas à gestão ambiental do referido município, tem demonstrado fragilidades na oferta de infraestrutura de saneamento básico, principalmente, no que se refere à disposição de resíduos sólidos causando impactos negativos aos sistemas ambientais e desconforto a população local. A partir da interpretação dos resultados, verificou-se que a área de estudo carece de gerenciamento ambiental, visto que há uma irregularidade na coleta e na disposição de lixo em vias públicas. Outrossim, observa-se nos cursos d’água o acúmulo de resíduos como sacolas plásticas, garrafas pets e efluentes domésticos, os quais comprometem a vitalidade dos recursos hídrico e na balneabilidade das praias. Para tanto, utiliza-se neste estudo três fases metodológicas, a saber: revisão bibliográfica, coleta de dados de dados e discussão dos resultados.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Seminários Espaços Costeiros. ISSN 2447-732X