AREMBEPE: DE REFÚGIO À POLO TURÍSTICO

Jéssica Santos da Silva

Resumo


A utilização da natureza como recurso para o desenvolvimento de atividades econômicas é inerente as sociedades humanas. No setor de serviços a atividade turística vem se destacando na parcela de arrecadação econômica, isso impulsionado principalmente na pelos investimentos do setor público e privado, de modo a se tornar uma das atividades econômicas de grande destaque em geração de renda no mundo principalmente na sociedade pós industrial. A partir dessa conclusão é importante analisar quais são as modificações que a intensificação dessa atividade pode proporcionar a esses territórios. A escolha do litoral do município de Camaçari como campo de análises e estudos, mais especificamente o distrito de Arembepe, foi motivada pelo destaque que a área nos últimos anos tem apresentado, tendo como principal objetivo fomentar e consolidar a área como polo turístico nacional e internacional. Observando a contradição existente entre a utilização do meio ambiente como principal mercadoria e a sua degradação ocasionada pelo desenvolvimento dessa atividade e como a comunidade local é afetada.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Seminários Espaços Costeiros. ISSN 2447-732X