URBANIZAÇÃO TURÍSTICA DO LITORAL: UMA ANÁLISE COMPARATIVA DE ARACAJU - SE E BALNEÁRIO CAMBORIÚ-SC

Cristiane Alcântara de Jesus Santos, Antonio Carlos Campos, Jennifer Caroline Soares

Resumo


Os destinos de litorais apresentam um elevado dinamismo resultante do desenvolvimento turístico, urbanístico e demográfico. Apesar do turismo de sol e praia ainda se constituir em um dos principais motores da atividade turística no Brasil, alguns destinos têm desenvolvido grandes estratégias de reestruturação e de requalificação para manter a competitividade em um cenário em que há uma oferta diversificada e se alteram os comportamentos da demanda. Neste processo, ganham especial importância as intervenções de âmbito urbanístico, com implantação de equipamentos e infraestruturas, que visam revitalizar os espaços e acabam gerando alterações dos/nos seus usos. Partindo desse pressuposto, o objetivo deste artigo é compreender o processo de (re) qualificação gerado pela atividade turística nos destinos litorais das praias de Atalaia (Aracaju/SE) e praia Central (Balneário Camboriú/SC) e os impactos nos usos e funções do território. Para isso, realizamos a pesquisa exploratória com abordagem qualitativa, pesquisas bibliográficas e visitas de campo. Os destinos foram selecionados considerando a importância dos mesmos como indutores da atividade turística em suas respectivas regiões. Buscou-se analisar territorialmente os investimentos públicoprivados recentes para qualificar os destinos, sejam em obras de infraestrutura e/ou construção de equipamentos turísticos, ademais da valorização turística de forma associada a processos de revalorização imobiliária e de deslocamento de usos e de populações tradicionais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Seminários Espaços Costeiros. ISSN 2447-732X