MAPEAMENTO PARTICIPATIVO DO USO DOS RECURSOS NATURAIS COMO FERRAMENTA DE GESTÃO PARTICIPATIVA: O CASO DA RESEX MARINHA ACAÚ-GOIANA PB/PE

Daniela Alves Carvalho, Jorge Glauco Costa Nascimento, Patrícia Greco Campos, Marisol Menezes Pessanha, Elivan Arantes de Souza, Carlos Alberto Campos Borba

Resumo


O presente trabalho apresenta uma parte dos resultados obtidos por meio do trabalho desenvolvido junto ao PNUD/ICMBio Regional 6 - Cabedelo/ RESEX Acaú-Goiana PB/PE, realizado no ano de 2011/2012, que utilizou como metodologia o mapeamento participativo do uso dos recursos naturais bem como o uso do GPS e mapas com escala de 1:25000 e 1:50000 para registro em polígonos das áreas de uso dos recursos naturais. O desenvolvimento do trabalho contou com a participação dos pescadores (as) da Resex e os membros do grupo de trabalho (GT) para Formação do Conselho Deliberativo da RESEX. A metodologia proposta permite que por meio da participação efetiva, que os envolvidos demostrem seus conhecimentos sobre o território e sua cultura, fortalecendo tanto sua identidade, quanto sua autoestima, dignidade e minimizar ou excluir os riscos dos impactos indesejáveis, possibilitando-lhes reafirmaremse como protagonistas de suas histórias. A proposta metodológica consistiu em três momentos distintos: o primeiro, de coleta de dados em campo: o segundo, de geoprocessamento e georreferenciamento dos dados espaciais e tabulação de dados quantitativos e qualitativos relativos ao mapeamento participativo dos territórios e no terceiro o retorno das informações as populações tradicionais. O mapeamento foi realizado por meio de oficinas participativas onde se verificou as formas de uso do território e localização das áreas em crise dos recursos naturais e áreas de impactos negativos. Cada uma dessas etapas articula de modo diferente a expertise profissional e o conhecimento das populações tradicionais, sendo validadas por ambos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Seminários Espaços Costeiros. ISSN 2447-732X