Abecê urbano

Isaías de Carvalho Santos Neto

Resumo


Leitura urbana sugere compartimentos, cumplicidades, repertórios e outros elementos de sistemas de comunicação que, pertinentes à noção de informação, se articulam à de cultura e à de rede de conhecimento em termos de linguagem urbana. A noção de paisagem é então destacada enquanto imagem decorrente de qualquer um dos sentidos, contrapondo-se à idéia predominante de mera visualidade, e enquanto processo referenciado em uma multiplicidade de valores e sonhos de ordem, negando a unicidade da cidade reduzida a simples sistema. Percorrendo analogias, conflitos e paisagens, o texto se aproxima, assim, de uma cidade resultado onde questiona, dentro do ambiente de diversidades paradigmáticas – cidade antiga reformada, cidade dividida, cidade moderna, cidade pós-moderna, cidade contemporânea, cidade futurista, cidade democrática, cidade pública – qual forma deveria corresponder a cada um desses tipos de assentamento.

Texto completo:

PDF