Politização e utopia no discurso sobre o urbano

Marcos Paraguassu de Arruda Câmara

Resumo


O artigo busca caracterizar os traços principais do discurso científico sobre o espaço urbano, tanto o influenciado pelo positivismo quanto o que se vinculou à dialética. Este discurso acha-se, hoje, dissolvido entre diversas disciplinas, incapaz de limpar seu entulho conceitual e criar novas categorias adequadas, quer para a realidade atual, quer para a realidade histórica ou para sua extensão em direção ao futuro, envolvendo utopias que reunifiquem cidade e política, polis e civitas, praça e povo.

Texto completo:

PDF