Artesanato, Arte, Design... Por que Isso Importa aos Estudos Organizacionais?

Marina Dantas de Figueiredo, Fábio Freitas Schilling Marquesan

Resumo


Neste texto, elaborado em formato ensaístico, questionamos a transposição da ideia do design para as práticas, conceitos e teorias sobre a organização. Nesse sentido, propomos a inclusão do artesanato enquanto objeto para o exercício de reflexões que evocam o design e a prática incorporada em uma forma específica de saber fazer condizente com o estudo de formas organizativas alternativas. Objetivamos levantar subsídios tanto históricos quanto teóricos e conceituais para que os estudiosos das organizações possam aprofundar a questão da relevância do artesanato para o resgate e o desenvolvimento de formas alternativas de organização. Por fim, ressaltamos possíveis contribuições do artesanato para estudos que adotam posturas interpretativas, ou mesmo, críticas dos fenômenos organizativos.


Palavras-chave


Artesanato; Arte; Design; Estudos Organizacionais; Formas Organizativas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/23172428rigs.v3i3.8508