Planejamento Estratégico Situacional: Um Estudo Bibliométrico em Bases de Dados Nacionais entre 2013 e 2018

Francisco Carlos Cobaito

Resumo


Este artigo tem como objetivo descrever e analisar as principais características do perfil da produção nacional sobre Planejamento Estratégico Situacional (PES). O tema foi desenvolvido a partir de um estudo de caráter bibliométrico, através de um recorte sobre o assunto em bibliografia relacionada nas bases acadêmicas no Brasil: Google Scholar e SciELO, no período 2013 a 2018. Diante dos resultados, foi possível identificar que a produção científica sobre o tema intensificou-se nos últimos dois anos. Os principais achados de pesquisa foram: uma maior frequência na publicação de artigos com dois ou três autores; as pesquisas do tipo descritivas foram predominantes no estudo; uma hegemonia de referências nacionais em relação às internacionais por artigo; e uma preponderância da aplicação do tema principalmente focado na área da saúde, seguida da área da administração pública.


Palavras-chave


Planejamento Estratégico Situacional; Produção Científica; Estudo Bibliométrico

Texto completo:

PDF

Referências


ALDAY, H. E. C. O planejamento estratégico dentro do conceito de administração estratégica. Revista da FAE, v. 3, n. 2, 2017.

ALVARADO, Rubén Urbizagástegui. A bibliometria: história, legitimação e estrutura. In: TOUTAIN, L. M. B. Para entender a ciência da informação. Salvador: EDUFBA, 2007. p. 185-217.

CAMPOS, Francisco Carlos Cardoso de; FARIA, Horácio Pereira de; SANTOS, Max André dos. Planejamento e avaliação das ações em saúde. 2010. Acervo de Recursos Educacionais em Saúde (UFMG).

DRUCKER, Peter. Administração: responsabilidades, tarefas e práticas. São Paulo: Pioneira, 1975.

FERRÃO, João. O ordenamento do território como política pública. São Paulo: Fundação Calouste Gulbenkian, 2011.

FREZATTI, Fábio; AGUIAR, Andson Braga de; REZENDE, Amaury José. Respostas estratégicas às pressões institucionais e sucesso no atingir metas no orçamento: um estudo em uma empresa multinacional. Organizações & Sociedade, v. 14, n. 43, p. 141-158, 2007.

GELINSKI, Carmen Rosario Ortiz G.; SEIBEL, Erni José. Formulação de políticas públicas: questões metodológicas relevantes. Revista de Ciências Humanas, v. 42, n. 1 e 2, p. 227-240, 2008.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

IIDA, Itiro. Planejamento estratégico situacional. Production, v. 3, n. 2, p. 113-125, 1993.

MATUS, Carlos. Estrategia y plan. 21. ed. Madri: Siglo Ventiuno Editores, 1993.

MATUS, Carlos. Planificación y gobierno. Revista de la CEPAL, v. 4, p. 258-291, 1987.

MATUS, Carlos. Teoria da ação e teoria do planejamento. In: MATUS, Carlos. (Org.). Política, planejamento e governo. Brasília: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, 1996. p. 81-98.

MAZZALI, Leonel; NIERO, J. C. C.; SILVA, S. V. O Planejamento Estratégico Situacional no Setor Público – A Contribuição de Carlos Matus. In: SEMEAD-EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO, 12., Anais... São Paulo, 2009.

MEDEIROS, Cintia Rodrigues de Oliveira. A Avaliação da Implementação de Estratégias Políticas a partir do Modelo de Carlos Matus. In: ENANPAD, Anais... São Paulo, 2005.

MENDES, Rodrigo Hubner; BINDER, Marcelo Pereira; PRADO, S. T. J. Planejamento Estratégico: muito criticado e muito usado. Por quais razões. In: ENANPAD, 30., Anais... São Paulo 2006.

MINTZBERG, Henry; AHLSTRAND, Bruce; LAMPEL, Joseph. Safári da estratégia. São Paulo: Bookman Editora, 2009.

RAUPP, Fabiano Maury; BEUREN, Ilse Maria. Metodologia da Pesquisa Aplicável às Ciências. In: RAUPP, Fabiano Maury; BEUREN, Ilse Maria (Org.). Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: teoria e prática. São Paulo: Atlas, 2006.

REZENDE, Denis Alcides et al. Alinhamento do planejamento estratégico da tecnologia da informação ao planejamento empresarial: proposta de um modelo e verificação da prática em grandes empresas brasileiras. Tese (Doutorado) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2002.

REZENDE, Denis Alcides; ULTRAMARI, Clovis. Plano diretor e planejamento estratégico municipal: introdução teórico-conceitual. Revista de Administração Pública, v. 41, n. 2, p. 255-272, 2007.

RINGLAND, Gill. Scenario Planning: Managing for the Future. 2. ed. Nova Jersey: John Wiley & Sons, Ltd., 2006.

TESTA, J. A base de dados ISI e seu processo de seleção de revistas. Ciência da Informação, Brasília, v. 27, n. 2, p. 233-235, 1998.

TONI, Jackson de. O planejamento estratégico governamental: reflexões metodológicas e implicações na gestão pública. Brasília-DF: Editora Inter Saberes, 2016.