Uma Agenda de Pesquisa para o Estudo das Práticas Culturais Tradicionais nos Estudos Organizacionais

Marina Dantas de Figueiredo

Resumo


Nesta proposta, busca-secompreender a lógica interna das práticas culturais, tendo em vista seus processos organizacionais e suas dinâmicas de mudança e permanência. Toma-se como objeto as práticas culturais identificadas como tradicionais, as quais têm sido alvo de processos de proteção ou salvaguarda por parte de instituições governamentais. Parte-se do pressuposto de que os esforços de proteção destas práticas resumem um quadro amplo de mudanças socioculturais, as quais implicam transformações no sentido e na natureza das mesmas. O objetivo é destacar a importância de uma agenda de questões de pesquisa sobre práticas culturais tradicionaisnos Estudos Organizacionais com os seguintes focos: 1)os processos organizacionais tradicionais que são alheios às lógicas organizacionais contemporâneas e capitalistas; 2) as dinâmicas de mudança e permanência de práticas associadas a manifestações culturais tradicionais; 3) os enfoques metodológicos possíveis para a compreensão das práticas culturais enquanto fenômenos contextuais e históricos. 


Palavras-chave


Práticas Culturais; Bens Culturais Intangíveis; Preservação; Processos Organizacionais; Estudos Organizacionais

Texto completo:

PDF