Sustentabilidade de Eventos Turístico-Culturais: Um Estudo sobre o "Chuva de Bala no País de Mossoró"

Aurineide Filgueira Andrade, Fernanda Fernandes Gurgel, Lydia Maria Pinto Brito

Resumo


Os desafios do mundo contemporâneo têm gerado debates e reflexões no cenário político, social e econômico sobre modelos e alternativas para o Desenvolvimento Sustentável (DS), cujos pressupostos partem do processo de mudança social e elevação das oportunidades da sociedade, compatibilizando, no tempo e no espaço, o crescimento e a eficiência econômicos, a conservação ambiental, a qualidade de vida e a equidade social, partindo de um claro compromisso com o futuro e a solidariedade entre gerações. A presente pesquisa propôs-se a estudar o evento Chuva de Bala no País de Mossoró com ênfase no Desenvolvimento Sustentável na percepção dos atores sociais. O trabalho caracterizou-se pela natureza qualitativa, descritiva e exploratória. Os dados foram coletados por meio de entrevistas realizadas com 35 atores sociais envolvidos no evento. Para o tratamento dos dados, foi realizada a análise de conteúdo, utilizando categorias prévias propostas por Sachs (1993; 2001). Os resultados mostram que a dimensão ecológica está diretamente associada à reciclagem e à reutilização de materiais. A dimensão econômica é compreendida como possibilidade de crescimento econômico e geração de renda para trabalhadores locais. Já a dimensão social é percebida ao possibilitar maior igualdade e justiça na distribuição da renda, melhorando os direitos e as condições da população. A dimensão cultural está presente na promoção da diversidade e da identidade cultural. Conclui-se que o evento, embora não contemple um projeto contendo requisitos da sustentabilidade, atende parcialmente às dimensões e aos pressupostos do DS. 


Palavras-chave


Desenvolvimento Sustentável; Sustentabilidade; Chuva de Bala no País de Mossoró; Eventos Culturais.

Texto completo:

PDF