Delimitação das Bacias Hidrográficas e de Drenagem Natural da Cidade de Salvador

Maria Lúcia Politano Álvares, Diego Álvares, Helena Spinelli Álvares, Luiz Roberto Santos Moraes, Maria Elisabete Pereira dos Santos

Resumo


Este trabalho busca apresentar o estudo de delimitação das bacias hidrográficas de Salvador, com base no resultado da pesquisa “Qualidade Ambiental das Águas e da Vida Urbana em Salvador”, coordenada pelo Grupo Águas do CiAGS/EA, UFBA. Devido à existência de diversas delimitações das bacias hidrográficas do município, a pesquisa elaborou um estudo de delimitação das bacias para o qual foi criado um Fórum de Discussão composto de pesquisadores envolvidos no projeto, técnicos de órgãos municipais e estaduais, professores e alunos da UFBA, consultores em drenagem pluvial e recursos hídricos. O Fórum estabeleceu uma distinção de ordem conceitual entre as bacias hidrográficas e as bacias de drenagem natural, para o qual a bacia hidrográfica é uma unidade territorial delimitada por divisores de água, na qual as águas superficiais originárias de qualquer ponto da área delimitada pelos divisores escoam pela ação da gravidade para as partes mais baixas, originando córregos, riachos e rios, que alimentam o rio principal da bacia, que passam, forçosamente, pelos pontos mais baixos dos divisores e desembocam por um único exutório. A bacia de drenagem natural é uma região de topografia que não caracteriza uma bacia hidrográfica, podendo ocorrer veios d’água, que não convergem para um único exutório.

Palavras-chave


Bacia Hidrográfica; Salvador; Unidade Ambiental Urbana

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/23172428rigs.v1i1.10192