A Construção do Elemento Sócio-Histórico na Cultura das Empresas Capixabas

João Gualberto Moreira Vasconcellos

Resumo


A construção do elemento sócio-histórico do Espírito Santo e seus rebatimentos no campo da gestão ancora-se em três momentos diferentes da trajetória regional. O primeiro deles está ligado ao campo do trabalho e da forma como ele se articula com  o conceito de Ética da Aventura, nos moldes de Holanda (1987). Em um segundo momento, temos a presença no Espírito Santo da imigração europeia, como parte dos esforços do Segundo Império de dinamizar a economia. O terceiro elemento é a reinvenção do Espírito Santo, na era republicana, o que acabou por criar uma nova cultura empresarial no decorrer do tempo, além do processo mais recente de industrialização que acabou agregando os elementos anteriores do processo social histórico. O artigo pretende mostrar a trajetória da formação histórica de uma diversidade cultural  própria, diferente da de outras regiões brasileiras. Esse complexo cultural é bastante desconhecido, mas se reflete no campo das organizações capixabas, hoje, criando culturas empresariais com forte vinculação a uma base regional.

Palavras-chave


Sócio-Histórico; Identidade; Cultura Regional; Cultura Empresarial; Empresas Capixabas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/23172428rigs.v1i2.10060