Redes de troca de arquivos e novas formas de concorrência: Uma análise a partir das contribuições teóricas de Stiglitz, Grossman e Salop

Alain Herscovici

Resumo


A partir de uma série de evidências empíricas ligadas ao desenvolvi-mento das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC), este tra-balho propõe-se a estudar as novas formas de concorrência, próprias desta economia da informação, a natureza econômica e a dinâmica das redes eletrônicas, bem como as diferentes modalidades concretas de produção e de apropriação dos bens e serviços que circulam nessas redes. Para isto, utilizarei as ferramentas oferecidas pela economia da informação, a partir dos trabalhos seminais de Stiglitz, Grossman e Akerlof, e mostrarei como este tipo de instrumentos analíticos permite estudar a realidade desta economia da informação e da comunicação, no âmbito da fase atual que é possível qualificar de pós-fordista. Numa primeira parte, a partir de uma dimensão descritiva, mostrarei em que medida a fase atual do capitalismo se caracteriza por novas modalidades concorrenciais; estudarei igualmente os mecanismos a partir dos quais Stiglitz e Akerlof analisam as relações entre as assimetrias da informação, os componentes qualitativos dos bens e dos serviços e a eficiência paretiana dos mercados. Numa segunda parte, à luz desses elementos, mostrarei como é possível explicar o conceito de concorrência qualitativa, e utilizarei este conceito para estudar a economia das redes de compartilhamento de arquivos.

Texto completo:

PDF


Apoio