Exchange Rate Pass-trough to Domestic Prices Across American Crisis: VAR Analysis in the Brazilian Economy

Marcelo Miranda Melo, José Weligton Gomes

Resumo


Esta pesquisa investigou o processo de pass-through da taxa de câmbio no período de 2000 a 2016, período que compreende a crise americana, e seus efeitos na economia brasileira. A metodologia utilizada foi a análise VAR com a causalidade de Granger e abordagens da Função Impulso Resposta. Os resultados obtidos indicam decréscimo de processo de repasse cambial para a inflação após a Crise Norte-Americana. Antes da Crise Americana, 20,60% de depreciação da taxa de câmbio nominal provocou 17,22% de aumento dos preços internos. Por outro lado, após a Crise Americana, 28,91% de depreciação da taxa de câmbio nominal provocou apenas 6,35% de aumento dos preços. Os resultados também sugerem que os efeitos das taxas de juro sobre os preços internos parecem ser inalteradas quando choques na taxa de juros são aplicados na economia brasileira. No entanto, a política monetária parece ser mais sensível à taxa de câmbio nominal após a crise americana, quando um aumento da taxa de juro promoveu uma apreciação nominal da taxa de câmbio. Além disso, o aumento do grau de abertura mostrou-se uma ferramenta importante para a redução da inflação. Todos os resultados indicam que a taxa de câmbio nominal, a taxa de juros e os preços domésticos na economia brasileira estão totalmente interligados. A redução do pass-through contribui para uma maior competitividade comercial.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/rene.v11i2.25475