“Ele queria ser a Cinderela”: Construções queer à leitura das masculinidades no Ensino Fundamental

Paulo Melgaço da Silva Junior, Marcio Caetano, Treyce Ellen Silva Goulart

Resumo


Este artigo se propõe refletir e discutir as masculinidades como enunciações performáticas e suas interações nas dinâmicas escolares. Para tanto, buscamos nas narrativas sobre a escola os modos como as normas da masculinidade hegemônica foram ressignificadas e vividas neste espaço. Por meio da observação participante, entrevistas narrativas e diário de campo foram produzidos os dados com uma escola pública em Duque de Caxias/RJ. Com o estudo observamos que na Educação Infantil e no primeiro segmento do Ensino Fundamental é possível subverter as normas e construir masculinidades queer sem que sejam consideradas subalternas ou que haja hierarquização entre elas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/peri.v1i9.25783