“Você é feia, feia pra caralho”: um ensaio sobre gênero, beleza e feiura

Thiago Coacci, Leonel Cardoso dos Santos

Resumo


O presente texto é um ensaio sobre as relações entre as normas de gênero, a beleza e a feiura. Argumentamos que há uma dimensão semiótico-estética na construção dos gêneros, bem como na forma como esses se tornam inteligíveis e consequentemente “passam por naturais”. De forma experimental, realizamos uma pesquisa empírica, com imagens do Google sobre beleza/feiura, em que tentamos identificar padrões e revelar um imaginário social compartilhado sobre beleza e feiura. A partir disso, propomos um resgate do conceito de feiura como útil para uma análise interseccional. Por fim, buscamos identificar algumas possíveis formas de se transformar a realidade e superar as lógicas que produzem hierarquias sociais.

Texto completo:

PDF