Sapatão é revolução! Existências e resistências das lesbianidades nas encruzilhadas subalternas

Ana Cristina C. Santos, Simone Brandão Souza, Thaís Faria

Resumo


A construção discursiva sobre a existência lésbica é permeada de invisibilidades.  Dentro dos campos de gêneros e sexualidades, por exemplo, uma grande dificuldade para as pessoas estudiosas da lesbianidade é a produção acadêmica, ainda restrita, sobre a temática. Um dos fatores determinantes para a existência escassa de trabalhos nessa área é o fato de que durante um longo período a lesbianidade foi tratada como um apêndice da homossexualidade gay, um seu quase sinônimo. Significa dizer que os estudos discutiam as homossexualidades de forma quase homogênea, gerando, de acordo com Rich (2010), um apagamento da existência lésbica na academia.

Texto completo:

PDF