Imaginario fotográfico de una selk’nam mestiza

Violeta Arvin, Jorge Lucero

Resumo


Neste ensaio apresentamos as tensões decorrentes do trabalho fotográfico do etnógrafo Martin Gusinde dos rituais da cultura Selk`nam, em que certos corpos são silenciados e escondidos, em diálogo com um projeto político de visivilidade étnica, aprofundando na fotografía como o dispositivo que permite uma fuga das normas de género.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/peri.v1i6.20548

Rev. Peri. Salvador, BA, Brasil. e-ISSN: 2358-0844

Este periódico está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional