Organizações e Interorganizações na Gestão do Desenvolvimento Sócio-Territorial

Tânia Fischer, Vanessa Paternostro Melo

Resumo


Este estudo reflete sobre interorganizações orientadas ao desenvolvimento sócio-territorial, revisitando o conceito de estrutura referenciada a organizações de textura complexa. Parcerias, consórcios, pactos, dentre outros formatos identificáveis em diversas escalas territoriais, apresentam estrutura hibridizada reticular, agenciadas por organizações públicas e privadas, em diversas formas de associação. Credita-se às organizações associativas um protagonismo decisivo na ativação de redes e redes de redes, formatos interorganizacionais aos quais se atribui o poder de gerir o desenvolvimento territorial, ora mais orientados à competição, ora mais orientados às ações solidárias. Na intenção de melhor compreender a gênese e a textura das interorganizações voltadas ao desenvolvimento territorial, foram estudadas 180 organizações associativas em Salvador, Bahia, realizando uma pesquisa de tipo survey transecclonal. Conclui-se com a caracterização destas organizações e com a discussão de seu papel nas conexões interorganizacionais integrantes de estratégias de desenvolvimento sócio-territorial, destacando-se ambigüidades, contradições e possibilidades.

Palavras-chave


Organizações; Interorganizações; Gestão; Desenvolvimento Sócio-Territorial

Texto completo:

PDF PDF


ISSN (Online) 1984-9230 - (Impresso) 1413-585X - Qualis CAPES A2