Processo Orçamentário: uma aplicação da análise substantiva com utilização da grounded theory

Fábio Frezatti, Artur Roberto do Nascimento, Emanuel Junqueira, Tânia Regina Sordi Relvas

Resumo


Diante da constatação de que os estudos sobre o orçamento exploram o fenômeno de forma reducionista, este artigo tem por objetivo propor uma teoria substantiva abrangente e fundamentada em dados empíricos para a análise do orçamento. Essa abordagem considera seus elementos constituintes e suas interdependências. Isso foi feito por meio da aplicação da abordagem indutiva fundamentada nos dados empíricos (grounded theory), sob o paradigma qualitativo. O foco de análise foi uma instituição financeira de grande porte e o trabalho de campo foi desenvolvido ao longo de dois anos, envolvendo vários níveis gerenciais. A contribuição do trabalho advém da disponibilização de framework para o tratamento do tema em um contexto amplo, o que permitiu entender aspectos que deixariam de ser considerados com uma abordagem de análise mais restrita e menos abrangente. Como produto da teoria substantiva, cinco proposições foram desenvolvidas com a perspectiva de serem aplicadas nas organizações.

Texto completo:

PDF


ISSN (Online) 1984-9230 - (Impresso) 1413-585X - Qualis CAPES A2