Contribuições da Sociologia da Dádiva aos Estudos sobre Organizações Substantivas

Fábio Vizeu

Resumo


O presente ensaio discute de que forma a sociologia da dádiva pode ser frutífera para o campo de estudos sobre organizações substantivas. A dádiva é a forma de circulação de bens, cujo primeiro objetivo é (re)criar ou fortalecer os vínculos entre pessoas ou grupos. Partimos do pressuposto de que, condicionadas pela predominância do valor do vínculo entre seus membros, as organizações substantivas podem ser consideradas como um local privilegiado de manifestação da troca-dádiva nas sociedades modernas. Isso se explica, principalmente, pelo fato de o cálculo utilitário ser uma referência inadequada para mediar a maioria das relações interpessoais nessas organizações. Nas considerações finais, esboçamos brevemente alguns pontos para uma agenda de pesquisa em organizações substantivas, calcada nos princípios da sociologia da dádiva.

Palavras-chave


Dádiva. Organizações substantivas. Crítica à lógica de mercado. Marcel Mauss.

Texto completo:

PDF


ISSN (Online) 1984-9230 - (Impresso) 1413-585X - Qualis CAPES A2