PERSONALIZAÇÃO OU CODIFICAÇÃO? AVALIANDO ESTRATÉGIAS DE FOCO EM GESTÃO DO CONHECIMENTO

Luiz Antonio Joia, Marcelo Fonte Boa de Oliveira

Resumo


Alguns autores consagrados têm afirmado que empresas líderes em seus segmentos industriais devem ter uma estratégia de gestão de conhecimento focalizada em “Personalização” ou em “Codificação”. Segundo essa linha de raciocínio, qualquer empresa que adote estratégias de gestão do conhecimento com foco tanto em conhecimento tácito quanto em explícito não tem condições de ser um grande player em sua indústria. Este artigo testa essa hipótese, por meio da criação de uma escala de mensuração da estratégia de gestão de conhecimento empresarial. Como método de pesquisa adotado para esse mister, é desenvolvida uma rede nomológica baseada em indicadores obtidos a partir do referencial teórico e, em seguida, usados na análise fatorial confirmatória e escores fatoriais para a criação dessa escala, sendo a mesma testada em um escritório de propriedade industrial líder de mercado no Brasil. Os resultados mostram que a afirmativa precedente não tem fundamentação científica, não podendo ser suportada a hipótese de que uma empresa, para ser líder de sua indústria, deva optar por seguir majoritariamente um único tipo de estratégia de gestão de conhecimento. Pelo contrário, o acoplamento de diferentes abordagens para gestão do conhecimento parece ser mais salutar para as empresas.

Palavras-chave


gestão do conhecimento ; estratégia de foco ; personificação ; codificação

Texto completo:

PDF


ISSN (Online) 1984-9230 - (Impresso) 1413-585X - Qualis CAPES A2