As organizações sociais no setor saúde: inovando as formas de gestão?

Oswaldo Tanaka, Cristina Melo

Resumo


Este artigo levanta algumas reflexões quanto a nova medida introduzida pelo governo federal e estadual, a gestão de serviços de saúde antes públicas estatais por organizações sociais de saúde. Os instrumentos legais, vigentes desde 1997, já introduziram este modelo de gestão em vários estados brasileiros, constituindo-se numa iniciativa paralela à implantação do próprio Sistema Único de Saúde/SUS, definido na Constituição Federal de 1988. O objetivo principal dos autores é estimular uma discussão sobre o papel e a repercussão das organizações sociais na gestão da saúde, bem como ponderar a possível inovação em que tal "modelo" de gestão possa se constituir.

Texto completo:

PDF


ISSN (Online) 1984-9230 - (Impresso) 1413-585X - Qualis CAPES A2

Instagram: revistaoes  |  Facebook: oesrevista  |   Twiter: revistaoes