Aprendendo a aprender: análise de três estudos de caso em aprendizagem organizacional a partir do construtivismo

Maria Célia, Elizabeth Loiola

Resumo


Este artigo tenta estabelecer nexos entre abordagens do ensino e da aprendizagem, mais familiares ao campo da Educação, e as teorias da aprendizagem organizacional. Identifica, na abordagem cognitivista da aprendizagem organizacional, a tendência a analisar o fenômeno organizacional enquanto processo socialmente construído pela interação entre atores relevantes, infundindo vida própria à organização, em oposição ao tradicional construto de organização como entidade racional. Inclui análise e avaliação crítica de três estudos de caso sobre aprendizagem organizacional, a partir de um olhar de administrador contaminado pelas abordagens construtivistas de Piaget e Vigotsky, as quais sugerem que conteúdo, processo e forma são fatores-chave para a aprendizagem. A análise tende a confirmar lacunas e problemas relativos à incapacidade, ainda persistente, de relacionar dialeticamente indivíduo e contexto.

Texto completo:

PDF


ISSN (Online) 1984-9230 - (Impresso) 1413-585X - Qualis CAPES A2

Instagram: revistaoes  |  Facebook: oesrevista  |   Twiter: revistaoes