A Administração da Excelência: da deificação do dirigente à reificação do empregado

Omar Aktouf

Resumo


A partir das afinnações básicas - implícitas ou explícitas - veiculadas pela chamada escola da "administração da excelência" (cujo protótipo continua sendo o famoso In Search Df F;xce//ence de Petem e Waterman), o autor tenta mostrar que; mais que nunca, ai localiza-se um culto ao administrador ou executivo - líder - que O leva a ser verdadeiramente "deificado" ou "endeusado"' e que tem como paralelo, na literatura e nas práticas administrativas correntes, uma "reificação" do empregado. Na sua' argumentação, o .autor utiliza-se tanto dos resultados das suas pesquisas empúicas quanto dos paralelos estabelecidos por certos teóricos "'entre o poder do chefe de empresa e o poder absoluto (sobretudo do tipo monárquico). Ele sugere, mais particularmente, que a natureza dos dilemas. vividos por alguns dos reis das tragédias shakespearianas traz urna luz singulanilente instrutiva para a compreensão da forma pela qual as organizações são administradas, ou seja, tendo por base poderes fantasistas, todo-poderosos e muitas vezes destrutivos. 

Palavras-chave


Deificação, Reificação, Poder, Imaginário.

Texto completo:

PDF


ISSN (Online) 1984-9230 - (Impresso) 1413-585X - Qualis CAPES A2