AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE NO ENSINO MÉDIO COM INTERMEDIAÇÃO TECNOLÓGICA: concepções e resultados

Jean Mário Araujo Costa, Ieda Pinheiro da Silva Oliveira, Letícia Machado dos Santos

Resumo


Este artigo tem o objetivo de analisar em que medida o desempenho docente na área de linguagens atende aos parâmetros estabelecidos pela proposta de avaliação do ensino do programa Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC), instituído em 2011 na rede estadual de ensino da Bahia para oferta da última etapa da educação básica, na modalidade presencial, via mediação tecnológica, com características especificas de EaD. Parte-se da premissa de que a preocupação com a qualidade de ensino, o crescimento da demanda por formação continuada e a constante evolução das tecnologias de informação e comunicação, colocam a educação a distância (EaD) no centro das atenções. A metodologia contemplou a pesquisa exploratória, utilizando-se da técnica de amostragem e do questionário como instrumento de coleta de dados. A análise dos dados pautou-se no método comparativo. Os resultados apontam que o processo de apropriação de saberes docentes, no campo da intermediação tecnológica, na área de linguagens, no âmbito do EMITec é crescente. Alguns achados, porém, chamam a atenção, em se tratando dos indicadores: comunicação verbal, imagem pessoal e recursos didáticos.

Palavras-chave


Educação a Distância. Avaliação do Ensino. Formação Continuada.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Educação. Lei Federal nº. 9.394, de 20.12.1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/l9394.htm Acesso em: 25 jun. 2019.

RODRIGUES, M. M. Neoprodutivismo e amesquinhamento da formação docente. Revista HISTEDBR On-Line, v. 15, n. 65, p. 128-140, 2015.

RODRIGUES, S. C.; MARASCHIN, C.; LAURINO, D. P. Rede de conversação, formação de professores e tecnologias digitais. Cadernos de Educação, v. 30, p. 235-44, 2008.

SOUSA, A. S. Q. Universidade Aberta do Brasil (UAB) como política de formação de professores. Revista Educação em Questão, v. 42, n. 28, p. 119-48, 2012.

VALLADARES, J. S. O. et al. Consórcio: estratégia de implementação de políticas públicas em EaD. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE EAD, 13., 2007, Curitiba. Anais [...]. Curitiba, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/rpa.v13i3.35219

PontodeAcesso. ISSN: 1981-6766