ASPECTOS INTRODUTÓRIOS DA REPRESENTAÇÃO DE INFORMAÇÃO ARQUIVISTICA: A NORMA BRASILEIRA DE DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA (NOBRADE), A DESCRIÇÃO ARQUIVÍSTICA CODIFICADA (EAD-DTD) E O PROJETO ARCHIVES HUB

Ricardo Sodré Andrade

Resumo


Aspectos introdutórios relacionados com a representação de informação arquivística, utilizando a Norma Brasileira de Descrição Arquivística (Nobrade) e o formato de metadados Descrição Arquivística Codificada (EAD-DTD), ambos denominados componentes do ambiente web de representação de informação. Após uma análise do histórico de cada um dos componentes, há indicações introdutórias, não esgotadas, para uso dessas. Uma tabela de equivalência é apresentada para relacionar os dois componentes na representação da mesma informação descritiva. O projeto britânico Archives Hub constitui um caso de aplicação de uma norma de descrição arquivística compatível com a Nobrade, a Norma Internacional Geral de Descrição Arquivística, e a EAD-DTD, acredita-se que esse projeto seja um indicativo do potencial do uso desses componentes. Tal plataforma tecnológica para disseminação de informações descritivas de acervos arquivísticos pode ser utilizada para qualificação dos meios de acesso aos acervos e numa possível criação de redes de arquivos, observando os critérios de acesso remoto, interoperabilidade e preservação digital.

Palavras-chave


Representação de informação arquivística; Norma Brasileira de Descrição Arquivística; Descrição Arquivística Codificada; rede de arquivos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/1981-6766rpa.v1i2.1589

PontodeAcesso. ISSN: 1981-6766