PADRÃO DEPENDENTE DE ESCOLA SUPERIOR E A ATUAL EXPANSÃO DAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS

José Renato Bez de Gregório, Viviane de Souza Rodrigues

Resumo


O presente trabalho está fundamentado nas contribuições teóricas de Florestan Fernandes buscando analisar os traços estruturantes e conjunturais da educação superior brasileira, a fim de apreender em que medida esses traços configuram o padrão dependente de ensino, marca da histórica inserção capitalista dependente do Brasil na economia mundial e da heteronomia cultural a ela associada. Partimos do pressuposto que, tal fundamentação teórica nos auxilia a compreender alguns aspectos da reformulação da educação superior em curso no Brasil conduzida pelos governos Lula da Silva e Dilma Rousseff, particularmente o Programa de Apoio aos Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI).

Desse modo, apresentando alguns dados da expansão nas duas maiores universidades federais do Estado do Rio de Janeiro a fim de demonstrar em que medida este processo está indicando a precarização/intensificação do trabalho docente e uma profunda reconfiguração da universidade pública brasileira.

Palavras-chave


Capitalismo Dependente, Educação Superior, REUNI.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v6i1.9688

Direitos autorais 2018 Germinal: Marxismo e Educação em Debate

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Germinal: Marx. Educ. em Debate, Salvador - ISSN: 2175-5604.