EDUCAÇÃO E GÊNERO (HUMANO) – MEDIAÇÕES NEGLIGENCIADAS

Iael de Souza

Resumo


Num mundo onde as mediações foram substituídas pelas representações, torna-se vital retomá-las e recontextualizá-las. Demonstramos que a educação é a mediação fundamental para a construção consciente da generalidade do gênero humano e que a totalidade social, isto é, a totalidade das relações sociais e de produção/reprodução, é o pressuposto ineliminável e imprescindível para a análise concreta das situações concretas vivenciadas pelas subjetividades, que são, fundantemente, historicizadas, objetivadas. Reafirmar essas questões é essencial nesse momento histórico onde, aparentemente, há uma dificuldade cada vez maior para um pensamento e reflexão feito críticos.

Palavras-chave


Educação; gênero humano; totalidade social; pós-modernismo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v5i1.9640

Direitos autorais 2018 Germinal: Marxismo e Educação em Debate

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Germinal: Marx. Educ. em Debate, Salvador - ISSN: 2175-5604.