A RELAÇÃO ENTRE INDIVÍDUO E SOCIEDADE NA PERSPECTIVA MARXIANA

Artur Bispo Santos Neto

Resumo


O presente texto tem como propósito tratar da relação dialética entre indivíduo e sociedade na história da sociedade de classes. Numa clara ruptura com a mistificação da história encetada pela burguesia, Marx defende uma concepção de história fundada nas relações de produção e no desenvolvimento das relações sociais, em que o papel do indivíduo é relativizado, pois a história emerge da unidade de interesses e forças contrapostas e não do interesse pessoal de certos indivíduos. Por fim, para apontar a relevância da participação da individualidade plenamente conectada à universalidade concreta na atualidade, o artigo recorre à experiência histórica das mães da Praça de Maio, na Argentina.


Palavras-chave


História. Classes sociais; Indivíduo; Sociedade; Mães argentinas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v5i1.9638

Direitos autorais 2018 Germinal: Marxismo e Educação em Debate

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Germinal: Marx. Educ. em Debate, Salvador - ISSN: 2175-5604.