O historiador perante a história oficial

Anita Leocádia Prestes

Resumo


Neste texto, aborda-se a questão de qual deve ser a postura do historiador diante da História Oficial – aquela elaboração histórica que convém aos grupos dominantes na sociedade e que se encontra consagrada e difundida principalmente nos livros escolares e na mídia. Afirma-se que o marxismo é a opção teórica que melhor consegue explicar racionalmente o funcionamento das sociedades humanas, principalmente na época atual. Ressalta-se o papel dos intelectuais – e, em particular, dos historiadores e professores de História – junto aos movimentos populares, mas principalmente nas escolas, nas salas de aula e no trabalho de pesquisa histórica, no sentido de formar jovens questionadores, cidadãos que não aceitem o consenso dominante, que estejam dispostos a se contrapor à hegemonia dos setores dominantes.

Palavras-chave


Historiador. História Oficial. Marxismo. Intelectual orgânico. Sociedade civil.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v2i1.9607

Direitos autorais 2018 Germinal: Marxismo e Educação em Debate

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Germinal: Marx. Educ. em Debate, Salvador - ISSN: 2175-5604.