Capitalismo e Revolução

Francisco Máuri de Carvalho Feitas

Resumo


O presente estudo foi movido pela nova crise cíclica do capitalismo procurando resgatar sua relação histórica com a revolução. O autor ao perquirir sobre a relação entre capitalismo e imperialismo (causa) e seu sucedâneo a revolução (conseqüência histórica), entende não ser possível se ater apenas à visão econômica da historia, eis que não se pode prescindir de uma visão histórica da economia, pois não há nenhuma separação insuperável entre economia e história. No estudo afirma-se a teoria marxista como sendo aquela que melhor explica a evolução das relações econômicas nas sociedades humanas no transcurso de um longo e conflituoso processo histórico. Para Marx a permanência do primado do capital inviabiliza a realização das demandas da classe operária. É a revolução e não a educação o mecanismo utilizado para demolir a ordem jurídica e econômica capitalista. O opúsculo Glosas Críticas ao artigo ‘O rei da Prússia e a reforma social’, é o ponto chave do itinerário intelectual à compreensão da sublevação dos tecelões da Silésia como marco de uma nova fase do pensamento de Marx, ao incorporar definitivamente a revolução socialista como parteira da história. O objetivo deste estudo é contrapor-se à falsificação em curso do marxismo que a todo custo procura impedir o desvelar das sutis mentiras da ideologia neoliberal, para resgatar a obra marxista e seu verdadeiro valor, não como dogma, como dizia Engels, mas como guia para a ação. Nas considerações finais afirmo: 1. O marxismo não pode ser reduzido à simples disciplina universitária por uma simples questão: ele só pode ser reencontrado em sua totalidade a partir do movimento obreiro revolucionário, isto é, em sua estreita relação com a luta de classes, fora da qual perde todo seu significado histórico e filosófico, bem como sua importância política e revolucionária. 2. A revolução é parte indissociável do processo da transformação social, quer dizer, a revolução está posta como questão incontornável para aqueles que acreditam e lutam pela edificação da sociedade comunista.

Palavras-chave


Marxismo. Comunismo. Crítica radical. Materialismo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v2i1.9604

Direitos autorais 2018 Germinal: Marxismo e Educação em Debate

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Germinal: Marx. Educ. em Debate, Salvador - ISSN: 2175-5604.