A questão educacional em Marx: alguns apontamentos

João Carlos da Silva

Resumo


Em Marx, a educação não recebeu um tratamento específico, mas deve ser compreendida no conjunto de sua vasta obra. Veremos que a educação, em Marx, é eminentemente uma ação política, ainda que submetida ao determinante econômico. Este artigo procura apresentar uma visão de conjunto sobre a concepção de educação em Marx a partir de sua crítica a escola burguesa, centrando a discussão a partir do texto Crítica da educação e do ensino. A questão educacional em Marx é considerada a partir de sua produção material, ao expor as conseqüências sociais decorrentes do emprego da maquinaria no processo produtivo. A fragilização física e intelectual do trabalhador frente ao capital, é um dos seus principais efeitos, sobretudo a partir do processo de divisão do trabalho imposto pela grande indústria. A incorporação de mulheres e crianças à produção, a precarização das condições de trabalho, dos salários, causada pela grande oferta de força de trabalho, produziu um quadro de miséria material e moral para os trabalhadores.

Palavras-chave: Marx, educação, ensino, alienação, sociedade burguesa, ideologia

 


Palavras-chave


Marx; educação; ensino; alienação sociedade burguesa; ideologia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v3i1.9494

Direitos autorais 2018 Germinal: Marxismo e Educação em Debate

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Germinal: Marx. Educ. em Debate, Salvador - ISSN: 2175-5604.