TRANSFORMACAO SOCIAL, EDUCACAO EMANCIPATÓRIA E ESCOLA PÚBLICA

Rubens Luiz Rodrigues

Resumo


O argumento aqui desenvolvido busca reforçar a ideia de que o conceito de classe social adquire, no contexto das relações específicas da sociedade capitalista, um sentido inerentemente articulado à igualdade substantiva, que, por sua vez, constitui-se como um princípio para a construção da pluralidade cultural. A democratização da educação escolar pública vincula-se à apropriação do conhecimento historicamente negado à classe trabalhadora. Superar os mecanismos de subordinação constitui-se em ação central para um processo que se paute na valorização do trabalho e na emancipação humana. É nessa condição que a escola pública pode contribuir para um projeto de transformação social.

Palavras-chave: transformação, educação, escola


Palavras-chave


Educação; Trabalho e educação; Filosofia da Educação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v4i1.9408

Direitos autorais 2018 Germinal: Marxismo e Educação em Debate

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Germinal: Marx. Educ. em Debate, Salvador - ISSN: 2175-5604.