Crise do capital, crise sanitária, crise política - notas de conjuntura e educação

Elza Margarida de Mendonça Peixoto, André Figueiredo Brandão, Edson do Espírito Santo Filho, Osvaldo Teodoro dos Santos Filho, Vania Moraes Lopes

Resumo


A humanidade e a natureza em risco estão sob as botas dos ricos. Seus representantes nas cadeiras do Estado – impunes – tripudiam sobre a vida nos empurrando para o caos. O manuscrito reúne fontes e notas de conjuntura no esforço de ligar o volume de informações disperso e em debate que pode ajudar a entender o momento quando devidamente analisado. Em isolamento social, os educadores estão desafiados a plantar a esperança entre os jovens, cuidar de si e pensar saídas para o futuro. Aproveitando a janela do esgotamento do neoliberalismo – contra o firme propósito dos serviçais capachos do imperialismo de insistir na retirada de meios de existência e direitos – resta-nos o firme propósito de empurrar a realidade para o socialismo contra a barbárie. A luta que continuamos a travar em uma riquíssima oferta de debates que temos construído a partir das redes sociais.

Palavras-chave


capitalismo; crise estrutural; crise política; crise sanitária; formação social brasileira.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v11i3.36394

Direitos autorais 2020 Germinal: Marxismo e Educação em Debate

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Germinal: Marx. Educ. em Debate, Salvador - ISSN: 2175-5604.