A mulher e a educação da criança pequena fora do espaço doméstico: questões e desafios

Ana Lúcia Soares da Conceição Araújo

Resumo


O presente artigo como um recorte da dissertação defendida em 2007 busca trazer um escopo teórico sobre a política educacional para a criança pequena, trazendo os desdobramentos das lutas travadas pelo movimento feminista, assim como, o Estado como palco de jogos de interesses da sociedade capitalista atua nessa correlação de forças antagônicas para garantir um dos direitos básicos: o direito da criança em creches. Aponta na conclusão que este tema é sempre contemporâneo como forma de resistência e afirmação da mulher e da criança como sujeitos sociais.


Palavras-chave


Criança; Mulher; Política Educacional; Estado.

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, Janete M.Lins. A Educação como política pública. Campinas, SP: Autores Associados, 2004, 3. ed. (coleção polêmicas do nosso tempo, vol. 56).

BERMAN, Marshall. Modernidade ontem, hoje e amanhã IN Tudo que é sólido desmancha no ar: a aventura da modernidade. São Paulo, Companhia das letras, 1986.

BOBBIO, Norberto. Estado, governo, sociedade: por uma teoria geral da política. Tradução Marco Aurélio Nogueira. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

BONETI, Lindomar Wessler. Políticas públicas por dentro. Ijuí: Editora Unijuí, 2006

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.(Coleção Leitura).

FRIEDMAN, Milton e FRIEDMAN, Rose. Liberdade de escolher. Trad. Ruy Jungman. Rio de Janeiro: Editora Record, 1980.

GONH, Maria da Glória. Movimentos sociais e educação. 6. ed. Revista. São Paulo: Cortez, 2005.

____________________. Teorias sobre movimentos sociais na era da globalização: a mobilização política – MP In: Teoria dos movimentos sociais. São Paulo: Edições Loyola, 1985.

HALL Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Trad. Tomaz Tadeu da Silva, Guaracira Lopes Louro. 10 ed. Rio de Janeiro, DP&A, 2005.

HAYEK, Friederich August von. O caminho da servidão. Tradução de Leonel Vallandro. 2 ed. São Paulo, Globo, 1997.

HOBSBAWN, Eric J. O século: vista aérea; A era da guerra total; Rumo ao milênio IN Era dos extremos: o breve século XX (1914-1991). Tradução Marcos Santarrita. São Paulo: Companhia das letras, 1995. Páginas (11-26), Cap.1 e 19.

MACIEL, David. Estado e poder político em Gramsci IN Estado e poder político: da afirmação da hegemonia burguesa à defesa da revolução social. Organização: Walmir Barbosa. Goiânia: Editora da UCG, 2004.

MANZINI-COVRE, Maria de Lourdes. O que é cidadania. São Paulo: Brasiliense, 2006

MARX, K. Prefácio IN Para contribuição à crítica da economia política . São Paulo: Abril Cultural.l982

MAX , K. & Engels, F. O manifesto comunista. Trad. Maria Lúcia Como. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1998.

MONTAÑO, Carlos. Terceiro setor e questão social: crítica ao padrão emergente de intervenção social. São Paulo: Cortez, 2002.

MOSS, Peter. Qualidade na educação da primeira infância: perspectivas pós-modernas. Gunilla Dahlberg (org.). trad. Magda França Lopes. Porto alegre: Artmed, 2003

OLIVEIRA, Zilma M. (org.). Creches: faz de conta & cia. Rio de Janeiro: Vozes, 1996.

ROUSSEAU, Jean-Jacques.Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens. Martin Claret, São Paulo, 2005.

SANCHES, Emilia Cipriano. Creche: realidade e ambigüidades. Petrópolis, RJ: vozes, 2003.

SEMERARO, Giovanni.Gramsci e a sociedade civil; cultura e educação para a democracia. Petrópolis, RJ: Vozes, 1999.

SENNET, Richard. O declínio do homem público: as tiranias da intimidade. Tradução Ligya Araújo Watanabe. São Paulo: Companhia das letras, 1988.

SHIROMA, Eneida Oto et all. Política educacional. Rio de Janeiro: DP&A, 2004, 3. ed.

VIEIRA, Evaldo. Os direitos sociais e a política social. São Paulo: Cortez, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v11i2.28524

Direitos autorais 2019 Germinal: Marxismo e Educação em Debate

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Germinal: Marx. Educ. em Debate, Salvador - ISSN: 2175-5604.