NEOFORMAÇÕES NA PERSPECTIVA DA TEORIA DA ATIVIDADE

Adriana Fatima Canova Motter, Marli Dallagnol Frison

Resumo


Abordamos, neste artigo, o conceito de neoformações desenvolvido pelo psicólogo soviético Alexis N. Leontiev. Seu significado circunscreve estudos psicológicos de constituição do psiquismo que tomam como referência o desenvolvimento humano enquanto indivíduo (ontogênese). Fundamentos histórico-culturais orientam para a compreensão da constituição psíquica a partir da atividade produtiva. Pela atividade, o homem desenvolve um conjunto de funções, habilidades e aptidões – as neoformações – que são objetivadas nos produtos elaborados socialmente e apropriadas a cada nova geração. Neste contexto, pensar a escola enquanto espaço para o desenvolvimento das neoformações em afinidade à pedagogia histórico-crítica.

Palavras-chave


Objetivação. Apropriação. Educação escolar.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v10i2.24870

Direitos autorais 2018 Germinal: Marxismo e Educação em Debate

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Germinal: Marx. Educ. em Debate, Salvador - ISSN: 2175-5604.