A educação paraguaia: quatro marcos históricos decisivos

Patricia Simone Roesler

Resumo


O propósito deste artigo é registrar a trajetória da educação do Paraguai destacando seus principais marcos históricos, assim organizado em quatro partes, a saber. Na primeira, tecemos considerações sobre a educação no período colonial, entendido como uma das primeiras iniciativas educacionais estabelecidas no país. Na segunda, apresentamos ponderações acerca da realidade educacional da nação mediante o advento da república em 1811, que estabelece o período independente, até a guerra do Paraguai iniciada em 1864. Na terceira, registramos o processo de reconstrução nacional e as iniciativas estabelecidas para a materialização das escolas públicas e privadas no contexto do pós-guerra do Paraguai. Para finalizar, abordamos o processo de democratização que culmina, no setor educacional, com a reforma de 1994, que por sua vez, materializou-se na Lei 12.64/98, assim, organizando os princípios meios e fins da educação nacional. A elaboração do trabalho está fundamentada em fontes primárias, constituídas pelos documentos legais característicos dos momentos indicados e nas fontes secundárias representadas pelas bibliografias já produzidas sobre a história da educação paraguaia. 


Palavras-chave


Educação, Paraguai, História.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v9i3.23054

Direitos autorais 2018 Germinal: Marxismo e Educação em Debate

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Germinal: Marx. Educ. em Debate, Salvador - ISSN: 2175-5604.