A EDUCAÇÃO EM TEMPOS DE GOLPE, OU ENTÃO, COMO AVANÇAR ANDANDO PARA TRÁS

Paulino José Orso

Resumo


Neste artigo nos propomos a analisar a realidade educacional e as implicações para os trabalhadores decorrentes do golpe parlamentar, jurídico, midiático, econômico e social desencadeado no Brasil, em 2016, e analisar os fatos que o marcaram e caracterizaram no intuito de desmistificar os discursos e revelar as práticas e os reais interesses encobertos e camuflados na suposta necessidade de derrubar um governo, para promover reformas, “resolver a crise” e “estabelecer uma ponte para o futuro”.

Palavras-chave


Educação; golpe político; reformas; ataque aos trabalhadores

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v9i1.21735

ISSN: 2175-5604