A REPRODUÇÃO DO SER SOCIAL E A MEDIAÇÃO DA EDUCAÇÃO

Maria Escolástica Moura Santos, Maria Suana Vasconcelos Jimenez, Ruth Maria de Paula Gonçalves

Resumo


Resumo

Este trabalho discute o processo de reprodução do ser social com base na perspectiva da ontologia marxiano-lukacsiana que considera o trabalho como ato gênese, responsável pela individuação e pela generidade. Deste modo, a reprodução se refere ao movimento de continuidade do ser que se dá tanto na esfera biológica quanto social e tem o complexo da educação como um importante mediador desse processo. Entretanto, na sociedade capitalista a educação assume um formato diferenciado e passa a atender mais aos interesses de classes do que ao processo de humanização verdadeiramente.

Palavras-chave: Ser social. Trabalho. Educação. Capitalismo.


Palavras-chave


Marx; Tradição marxista.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v10i1.18472

Direitos autorais 2018 Germinal: Marxismo e Educação em Debate

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Germinal: Marx. Educ. em Debate, Salvador - ISSN: 2175-5604.