O CONCEITO DE CIDADANIA NO ENSINO DE SOCIOLOGIA NO ESTADO DE SÃO PAULO

Ricardo Pereira da Silva

Resumo


Esta pesquisa procurou responder qual é a concepção de cidadania resultante do ensino de Sociologia na 3ª série do Ensino Médio oferecido pela rede estadual de São Paulo na região de Sorocaba-SP. O desiderato foi o de verificar se o material pedagógico destinado à Sociologia expõe a cidadania como um conceito formal, conforme a definição do liberal sociólogo T. H. Marshall. Ele parte do pressuposto de que existem classes sociais antagônicas e de que a luta pela conquista de direitos democráticos ocorre naturalmente, no quadro do evolutivo desenvolvimento histórico. Dentre os autores que usamos como referência, destacam-se os seguintes: o próprio Marshall, John Locke, Norberto Bobbio, Décio Saes, Newton Duarte, Ivo Tonet, Nilda Teves Ferreira, Marcos Francisco Martins, para citar os mais significativos neste trabalho. A revisão bibliográfica trabalhou com o conceito de cidadania a partir da etimologia, da perspectiva do materialismo histórico e dialético, da acepção liberal do conceito, assim como críticas ao conceito liberal. A pesquisa também apresenta um sucinto histórico do ensino de Sociologia no Ensino Médio e analisa como o conceito de cidadania é tratado nos livros didáticos, indicados pelo PNLD 2012 de Sociologia. No último capítulo da dissertação é apresentado o resultado do trabalho de campo, que consistiu em aplicação de questionários, a partir de perguntas abertas e fechadas, a cinco professores(as) de Sociologia da região de Sorocaba, assim como a vinte e sete alunos(as).


Palavras-chave


: Cidadania; T. H. Marshall; ensino de Sociologia; crítica marxista ao conceito liberal de cidadania

Texto completo:

PDF


ISSN: 2175-5604