A IDEOLOGIA DA ESCOLA NOVA E A EDUCAÇÃO FÍSICA NO BRASIL: CRÍTICA À “EDUCAÇÃO SOB MEDIDA” DE INEZIL PENNA MARINHO

Ricardo Adriano de Andrade

Resumo


A presente pesquisa analisou o pensamento educacional de Inezil Penna Marinho e sua relação com a ideologia educacional no Brasil durante a década de 1940. Para tanto,  objetivou-se demonstrar os limites das propostas de ensino da educação física de Marinho em face do debate educacional ocorrido no período. O itinerário de Marinho, professor de Educação Física, que atuou como técnico em educação no Ministério de Educação e Saúde Pública, durante a década de 1940, e sua profícua obra sobre a Educação, justificam a escolha de suas ideias educacionais como objeto deste estudo. É possível apontar que o pensamento educacional de Marinho aproximou-se das ideias educacionais do movimento da escola nova, uma expressão da ideologia da burguesia industrial no Brasil, cuja proposta tem por perspectiva a formação diferenciada entre classes dirigentes e dirigidas na sociedade de classes capitalista no Brasil.

 


Palavras-chave


História da Educação no Brasil; Burguesia Industrial; Escola Nova; Inezil Penna Marinho.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v9i1.17532

ISSN: 2175-5604