ORIGENS DO MOVIMENTO OPERÁRIO E DO SOCIALISMO NO BRASIL

Osvaldo Luis Angel Coggiola

Resumo


É comum afirmar que o movimento operário brasileiro teve um caráter “tardio” (inclusive quando considerado no marco histórico latino americano), tão tardio quanto o próprio capitalismo no país. Tanto o movimento operário brasileiro quanto manifestações ideológicas modernas dos oprimidos, socialistas ou anarquistas, começaram quando ainda vigorava no país a escravidão, que só foi abolida na última década do século XIX. Contrastando com isso, na Argentina, por exemplo, o ano de 1857 assinalou o nascimento da "Sociedade Tipográfica Bonaerense". No Chile, a "Sociedad de Artesanos" foi fundada em 1858, em Valparaíso. Ora, também no Brasil, as primeiras notícias de lutas operárias remontam a 1858, quando os tipógrafos do Rio de Janeiro entraram em greve reivindicando aumento de salários. Esse fato invalidaria a percepção inicialmente apontada. Essas lutas tiveram por protagonistas trabalhadores estrangeiros recentemente imigrados ao país.

Palavras-chave


História;Movimento Operário; Socialismo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v7i2.14971

Direitos autorais 2018 Germinal: Marxismo e Educação em Debate

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Germinal: Marx. Educ. em Debate, Salvador - ISSN: 2175-5604.