NOVAS TAREFAS E NOVAS FORÇAS

Vladimir Iilich Ulianov Lenin

Resumo


O desenvolvimento do movimento operário de massas na Rússia, em ligação com o desenvolvimento da social-democracia, caracteriza-se por três transições notáveis. Primeira transição – dos estreitos círculos de propaganda para a ampla agitação económica entre a massa; segunda – para a agitação política em grande escala e as manifestações de rua abertas; terceira – para uma verdadeira guerra civil, para a luta revolucionária directa, para a insurreição popular armada. Cada uma destas transições foi preparada, por um lado, pelo trabalho do pensamento socialista predominantemente numa direcção, e por outro lado por profundas mudanças nas condições de vida e em toda a estrutura psíquica da classe operária, pelo despertar de novas e novas camadas da mesma para uma luta mais consciente e activa. Estas mudanças tiveram por vezes lugar silenciosamente, a acumulação de forças pelo proletariado realizou-se nos bastidores, sem chamar a atenção, provocando não raramente um desapontamento dos intelectuais quanto à solidez e vitalidade do movimento de massas.    

Palavras-chave


Marxismo; Modo de produção; Educação; Omnilateralidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v6i1.12591

Direitos autorais 2018 Germinal: Marxismo e Educação em Debate

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Germinal: Marx. Educ. em Debate, Salvador - ISSN: 2175-5604.