CRÍTICA À CONCEPÇÃO EMPRESARIAL DE EDUCAÇÃO: UMA CONTRIBUIÇÃO DA PEDAGOGIA HISTÓRICO-CRÍTICA

André Silva Martins, Leonardo Docena Pina

Resumo


O artigo tem como objetivo analisar as formulações da classe empresarial sobre administração escolar e trabalho educativo na educação básica. A análise, fundamentada na pedagogia histórico-crítica, a partir de pesquisa documental, evidencia que o projeto pedagógico da classe empresarial subordina trabalho educativo e administração escolar a preceitos que visam controlar/restringir a escola pública como instituição responsável por assegurar o acesso às formas mais desenvolvidas do saber sistematizado. Diante da necessidade de articular a escola aos interesses dos trabalhadores, defende a permanente análise das formulações que se opõem ao desenvolvimento da perspectiva contra hegemônica de educação.


Palavras-chave


Empresários; Educação; Trabalho educativo; Administração escolar.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v7i1.12410

Direitos autorais 2018 Germinal: Marxismo e Educação em Debate

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Germinal: Marx. Educ. em Debate, Salvador - ISSN: 2175-5604.