A gestão de oferta e demanda para pensar o futuro energético brasileiro

Érika Garcez Rocha

Resumo


Asher Kiperstok, da Universidade Federal da Bahia, argumenta que fontes alternativas de energia não serão capazes de, sozinhas, superar a crise energética: a sociedade deverá alterar seus padrões de consumo  visando a redução do desperdício. Ele exemplifica, com base no consumo e água, como medidas simples de gestão foram capazes de reduzir dramaticamente o desperdício e os valores das contas de água em prédios públicos de Salvador, na Bahia. Ele sugere que, se as escolas incorporarem tais protocolos e os usarem como ferramentas para a educação ambiental, elas poderão se tornar mais efetivas no aprofundamento da responsabilidade ambiental dos cidadãos.


Palavras-chave


crise energética; consumo de energia; consumo de água; responsabilidade ambiental; práticas verdes

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7724/caititu.v1i1.6032

____________________________________________________
Revista CAITITU 
 - aproximando pesquisa ecológica e aplicação

ISSN online: 2318-504X