A ADMINISTRAÇÃO POLÍTICA DO COMÉRCIO INTERNACIONAL: DO LIVRE COMÉRCIO AO COMÉRCIO ESTRATÉGICO ADMINISTRADO

IVAN TIAGO MACHADO OLIVEIRA, WESLEI GUSMÃO PIAU SANTANA

Resumo


Partindo da análise econômica e adotando como instrumental teórico-analítico a gestão das relações sociais de produção, realização e distribuição dentro do capitalismo, ou seja, a Administração Política, o presente artigo visa analisar as principais abordagens teóricas que tratam o comércio internacional, identificando de forma aprofundada seus  fundamentos e interligações “evolutivas”, além dos pontos de divergência entre elas. Apresenta-se, num primeiro momento, a abordagem liberal-tradicional (clássica e neoclássica), seguida das análises ligadas à teoria crítica do comércio estratégico de Friedrich List e Raúl Prebisch. A evolução da teoria nos deixa claro que, não obstante as divergências teóricas existentes, desde os mercantilistas, passando pelos liberais,  protecionistas e estrategistas, a administração dessas relações sociais está na base da construção de um projeto nacional, que continua demonstrando as assimetria de poderes e a preocupação com a reprodução do sistema capitalista.


Palavras-chave: Administração política; Comércio internacional; Economia internacional


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.