Colorindo cinzas: a participação baiana na I Bienal Latino-americana de São Paulo - Mitos e Magia

Yumara Souza Pessôa

Resumo


O texto trata da participação de artistas baianos na I Bienal Latino-americana, realizada em São Paulo no final de 1978. As informações obtidas em livros e periódicos subsidiam o desenvolvimento do trabalho que aborda questões relativas às artes visuais contemporâneas e mais especificamente aquelas relacionadas à identidade local e nacional na sua relação com o mercado de arte internacional. A partir da descrição dos trabalhos das artistas Sonia Rangel e Lia Robatto e do grupo ETSEDRON, o artigo objetiva contribuir para o resgate de importante momento da nossa história recente.

Palavras-chave


Memória; Arte; Identidade; Década de 70 - Século XX; Salvador –Bahia



Cultura Visual

ISSN 2175-084X (versão eletrônica) ISSN 1516-893X (versão impressa)
Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia
Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais (PPGAV)
R. Araújo Pinho 212, Canela, Salvador-Bahia-Brasil, 40110-150
Tel.: (71) 3283-7923 Fax: (71) 3283-7916
Email: mesarte@ufba.br