O design-arte dos irmãos Campana

Lindsay Jemima Cresto, Marilda Lopes Pinheiro Queluz

Resumo


Este artigo propõe uma reflexão sobre o papel do design na concepção de produtos que fazem parte do cotidiano, como o mobiliário, mas considerando os artefatos a partir do caráter simbólico, subjetivo ou comunicativo e não apenas a função prática. Este trabalho é uma breve análise dos móveis criados pelos designers Fernando e Humberto Campana que, atualmente, são os designers brasileiros de maior destaque na mídia internacional. Suas propostas vão do artesanato à indústria, passando por conceitos como reuso, ready made, estabelecendo diálogos com a arte, o design pós-moderno e a tecnologia. O design dos irmãos Campana pode ser caracterizado como híbrido e múltiplo, questionando classificações tradicionais do design moderno, como função, uso, necessidade e seriação. Numa aproximação com o design italiano dos anos 1960 e 1970, os Campana rearticulam a linguagem do design brasileiro, transitando entre o local e o global, a tradição e a invenção.
Palavras-chave: arte, design e cultura, pós-moderno, mobiliário, irmãos Campana.

Palavras-chave


arte;design brasileiro;mobiliário;tecnologia

Texto completo:

PDF


Cultura Visual

ISSN 2175-084X (versão eletrônica) ISSN 1516-893X (versão impressa)
Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia
Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais (PPGAV)
R. Araújo Pinho 212, Canela, Salvador-Bahia-Brasil, 40110-150
Tel.: (71) 3283-7923 Fax: (71) 3283-7916
Email: mesarte@ufba.br